© 2018 por Débora S. SIlva. Orgulhosamente criado com Wix.com

Compartlhe com seus amigos

Resenha de O duque e eu da Julia Quinn (Os Bridgertons -1)

March 6, 2018

O duque e eu, série Os Bridgertons — Julia Quinn

Editora Arqueiro, 288 páginas

Nota: 5/5

Adquira em: AMAZON - SARAIVA - SUBMARINO - LOJAS AMERICANAS

 

 

 

 

Olá, pessoas normais, estranhas e não tão estranhas assim.


Eu já ouvi falar muito bem da autora Julia Quinn, basicamente, quase todas as blogueiras literárias já lerem e todas que eu conheço me indicavam a leitura. Foi aí que eu dei uma chance a ela em "O duque e eu", o primeiro livro da série os Bridgertons. E, devo admitir, eu estou louca para continuar a leitura dessa série e de todas as outras dessa mulher! O gênero é romance de época (que nem sou apaixonada!), e assim que coloquei as mãos no livro eu gastei um dia inteiro só lendo ele!

 

 


"O duque e eu" retrata a vida de Simon Basset, o duque de Hastings, que está preparado para jamais se casar, mas um duque solteiro é um prato cheio para as mães  com filhas solteiras na temporada de Londres. Para evitar um possível plano infalível vindo dessas mães desesperadas para casarem as filhas é ele que precisa de um plano infalível.

 

"Simon percebeu que ambos estavam presos. Presos pelas convenções e expectativas da sociedade. E foi então que uma ideia lhe veio à mente. Uma ideia estranha, louca e espantosamente maravilhosa."



É aí que entra Daphne Bridgerton, a quarta mais velha dos irmãos e a primeira mais velha por parte das meninas. Os Bridgertons são uma família grande com uma tradição totalmente engraçada: a primeira letra dos nomes acompanham o alfabeto, sendo assim, temos Anthony, Benedict e Colin, Daphne e daí em diante (sim, achei genial, sim, precisava colocar sobre isso na resenha!).


Daphne quer ter uma família grande e barulhenta tanto quanto a sua, e, para isso, deseja se casar logo. Mas, infelizmente, os únicos homens que dão atenção para ela são velhos demais ou não despertam nenhum interesse na pobre jovem.


Então Simon Basset, o melhor amigo de seu irmão, entra com o plano de que se os dois fingirem estarem interessados um no outro, deixando Simon corteja-la, outros homens irão se interessar por ela e ele, por sua vez, fica livre das loucas mães que estão correndo atrás dele.

 

"Estava escuro demais para ver as nuances daquele rosto inesquecível, mas Simon sabia que os lábios eram suaves e rosados, com um toque de pêssego nos cantos. Sabia que os olhos tinham vários tons de castanho, com aquele único e encantador círculo verde desafiando-o a chegar mais perto para tentar ver se ele era mesmo real ou se era obra de sua imaginação."


Sabemos muito bem como isso termina, certo? Os dois, com seus argumentos e personalidades fortes terminam por se envolverem um com o outro mais do que deveriam. 


A escrita da Julia é direta e simples, não deixando de ser bonita. Ela trabalha muito com diálogos bem feitos, sempre me remetendo a lembrar de diálogos completamente reais e engraçados, ela usa muito do humor e eu amei isso a cada página virada. Também não deixa de nos mostrar e deixar o mais evidente possível os sentimentos que cada personagem tem a cada situação passada.


Talvez, o que mais tenha feito eu me apaixonar pelo livro seja a forma como ela sabe mostrar todo o amor que da família Bridgerton entre os seus. Eu amo livros onde a presença da família e amigos seja constante, e nesse livro não faltou demonstração de afeto.

 


O romance que cresce entre Daphne e Simon é mostrado de forma concreta, ela não passou por cima em uma paixão enlouquecedora, ela mostra como cada um se apaixonou, nós acompanhamos a história, ela não é entregue de bandeja. E, realmente, eu amei saber todos os medos de Simon, principalmente por ele não ter crescido no mesmo mundo que Daphne, ter tido experiência diferentes e ter aprendido a ser o que era. 

 

"— Antes de conhecer você, estava vivo apenas pela metade. (...) "Agora" é sinônimo de felicidade, alegria e uma esposa que eu amo mais que tudo."


Para finalizar, eu gostei muito da experiência com esse livro. Senti falta talvez de algumas coisas, mas nada que realmente atrapalhe eu gostar do livro e querer continuar lendo todos os outros!


Espero que tenham gostado da resenha, logo ela estará disponível também no canal. 


Um grande beijo e até....

Please reload

Blogueira

Débora S Silva é uma universitária de 20 anos cuja diversão maior é a leitura de comédias românticas e aventuras. Escreve desde os 15 e geralmente são histórias bem humoradas com toques sutis de romance e fofura. Busca sempre mostrar o lado de sua leitura com gentileza e sinceridade

  • Google+ ícone social
  • skoob
  • Amazon ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
Colaboradora

JéssicaMiranda 

tem vinte e um aninhos e é canceriana. Ama ler e é apaixonada por doramas. Otaku desde que se lembra e grande apreciadora da cultura nerd e, agora, resenhista do blog NTEA.

Inscreva-se
Conheça o canal
Minhas Redes
43595725_2365355753481017_25798961321130

Me adicione

Instagram
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now