© 2018 por Débora S. SIlva. Orgulhosamente criado com Wix.com

Compartlhe com seus amigos

Resenha de Como nunca imaginei de Naiara Aimee

May 30, 2018

Como nunca imaginei — Naiara Aimee

independente, 283 páginas
Nota: 5/5

Adquira em: AMAZON

 

 

 

 

 

 

Olá, pessoas normais, estranhas e não tão estranhas assim!

 

 

Vim trazer para vocês a resenha de um livro que me fez ficar eufórica, nervosa, completamente feliz e, até mesmo, soltar algumas lágrimas. Devo ressaltar que, quando tive a honra de lê-lo, já fazia bastante tempo que um livro não me tocava dessa forma, me deixando com um sorriso bobo, aflita pelo livro ter terminado e o imaginando como um filme, que eu desejava, na verdade, nunca terminar.

 

 

 

Sendo narrado em terceira pessoa, o livro mostra, primeiramente, a vida de Débora, gerente de uma loja de vestidos de noiva, que ainda não se recuperou de uma perda em sua vida. Para quem olha de longe, Débora parece estar vivendo normalmente: trabalha, vai para casa descansar, acorda cedo para correr e tudo mais. Porém, toda sua rotina está moldada na antiga de sua falecida amiga. Ela tenta resgatar cada traço da amiga, e está terminando por enterrar sua própria personalidade.


 

 

“Débora deixou a loja com uma sensação estranha, como se, ao invés de um vestido, estivesse deixando lá uma amiga, ou um diamante precioso.”

 

 

 

 

Até que, em certo dia, Débora recebe uma visita inesperada na loja em que trabalha. Uma senhora desconhecida lhe dá de presente um vestido de noiva, um tanto antigo, mas ainda bem bonito. E, logo depois, um baú chega em sua casa, carregando consigo um diário e uma história a ser descoberta.

 

A partir daí, através da leitura de Débora, conhecemos uma mulher batalhadora que superou muitos obstáculos colocados por sua família e pela época em que viveu. Essa se chamava Giovana, a mulher que Débora aprende a admirar após descobrir que ela passara por uma triste época lutando pelo amor. 

 

Ao fim da leitura do diário ela descobre tantas coisas que se vê eufórica novamente com a vida e desesperada para saber o desfecho daquela história que não havia sido escrita nas folhas gastas do caderno.

 

 

“Cara Srta. Giovana, espero não estar sendo audacioso e inconveniente, porém precisava que soubesse que, desde a primeira vez em que a vi, seus olhos chamaram os meus e eu não pude resistir àquele encontro.”


Agora Débora parte para conhecer a segunda metade da história e, assim, começar sua própria história e lutando em suas batalhas, tendo como exemplo as grandes mulheres que a presentearam com a coragem e a fé que ela necessitava.

 

Não irei mais citar nada desde livro porque, de verdade, podia ficar falando eternamente desse livro. Mas quero tanto que cada página seja uma surpresa para vocês. Toda a história se passa no Brasil e Naiara Aimee soube, de verdade, mostrar o lado obscuro de nossa história de um modo, ainda que triste, suave e transmitindo toda a força, coragem e determinação de um povo. As três mulheres retratadas são, de uma forma, diferentes. Contudo, o grande coração de cada uma e a fé tão viva se desdobra em um destino realmente brilhante, as unindo em uma só.

 

 

 

 

Eu agradeço muito a Naiara Aimee, eu realmente sou apaixonada por esse livro. Ele me tocou em muitos sentidos, a persistência, a força e o enredo, encaixado em cada detalhe, é completamente emocionante. Ele também tem um toque teológico, mas, para aqueles que não são amantes de livros com pegada cristã, calma!!! Ele não vai te sufocar, ele é bem suave, mas também mostra a fé de cada personagem bem exposta, em seu modo de agir e falar (e, para mim, esse jeito que a Naiara escolhe passar suas crenças é sempre bem linda!).

 

 

 

“Ele sorriu e puxou-a para seu peito. Débora descansou ali, sentindo-se protegida e confortada. Estava louca para se sentir assim a vida inteira, enquanto ele estivesse ao seu lado.”


 

 

 

Se preparem para se emocionar com personagens reais, tocantes e DEUS DO CÉU, incríveis! Cenários de suas respectivas épocas, nos ensinando um pouco da história de nosso país (sou daquelas que ama conhecer mais da época através de livros!), e o vestuário belíssimo, estilosos e delicado, de verdade, amo esses vestidos de época!


Com certeza eu já falei de mais, só que era muito necessário! Estou caída por esse livro (toda xonada!) é espero mesmo que vocês fiquem também. Deixem seus comentários aí para eu saber a opinião de vocês. Um beijos e até....

 

Please reload

Blogueira

Débora S Silva é uma universitária de 20 anos cuja diversão maior é a leitura de comédias românticas e aventuras. Escreve desde os 15 e geralmente são histórias bem humoradas com toques sutis de romance e fofura. Busca sempre mostrar o lado de sua leitura com gentileza e sinceridade

  • Google+ ícone social
  • skoob
  • Amazon ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
Colaboradora

JéssicaMiranda 

tem vinte e um aninhos e é canceriana. Ama ler e é apaixonada por doramas. Otaku desde que se lembra e grande apreciadora da cultura nerd e, agora, resenhista do blog NTEA.

Inscreva-se
Conheça o canal
Minhas Redes
43595725_2365355753481017_25798961321130

Me adicione

Instagram
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now