© 2018 por Débora S. SIlva. Orgulhosamente criado com Wix.com

Compartlhe com seus amigos

Resenha de O ladrão de raios de Rick Riordan

September 24, 2018

O ladrão de Raios, série Percy Jackson e os Olimpianos (vol. 1)— Rick Riordan

Editora Intrínseca, 400 páginas

Nota: 5/5
Adquira em: AMAZON - SUBMARINO - LOJAS AMERICANAS - SARAIVA




 

Olá, pessoas normais, estranhas e não tão estranhas assim!



Aqui estamos em mais uma resenha e, hoje, vim trazer dos mortos uma resenha bem antiga que já fiz lá no canal. Mas, por mais que o tempo passe, essa história nunca vai se apagar da minha mente, principalmente por ter sido a primeira série que li por completo e por me incluir mais ainda em algo que amo, mitologia grega. Na verdade meus pais são culpados por essa minha paixão, e eles só me incentivaram mais ao me presentear com o primeiro volume de Percy Jackson e os Olimpianos.

 

"Olhe, eu não queria ser um meio-sangue.

 

Se você está lendo isto porque acha que pode ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal."


Percy Jackson e o ladrão de raios vai retratar sobre a mitologia grega na atualidade, contado pelo ângulo de Percy Jackson, um garoto de doze anos com dislexia, cuja a vida gira em torno de muitas expulsões escolares e de sua amorosa mãe que, infelizmente, mantem uma relação com um homem mais fedido que o esgoto de sua amada cidade, Manhattan.

 

 

 

 

Mas, em um comum dia em sua escola, Percy é atacado por um monstro mitológico e se descobre em um mundo diferente de tudo que já imaginara. Sua mãe teve uma relação com um deus grego chamado Poseidon, deus dos mares, e ele foi fruto dessa relação. Seu único melhor amigo na verdade é um sátiro (metade homem, metade bode) e sua dislexia na verdade se trata de seu cérebro ler em latim e não em inglês. Resumindo, Percy é um semideus, e dos poderosos!


E ele só foi capaz de descobrir isso porque está sendo acusado, pelo próprio Zeus (o deus mais poderoso, que comanda todos os outros), de que roubou seu raio mestre, uma arma capaz de comandar muito e que todos desejam. Percy agora está sendo perseguido por todo tipo de ser mitológico que anda pelo mundo as escondidos, por deuses poderosos que desejam o raio mestre e seu único refugio, após sua mãe terminar por ser sequestrada, é o Acampamento Meio-Sangue, o refugio dos semideuses. Porque, sim, existem muitos filhos de deuses gregos em meio a sociedade.

 

"Ela deu uma olhada para o chifre de minotauro em minhas mãos, então de novo para mim. Imaginei que fosse dizer: Você matou um minotauro! ou Uau, você é tão assustador! ou algo do tipo. Em vez disso, ela disse:

 

— Você baba quando está dormindo."


A leitura é, excepcionalmente, engraçada. Percy passa por poucas e boas e vai encarando tudo devagar, digerindo e entendendo pouco a pouco sobre o que se trata o mundo em que foi introduzido. Ele é um garoto de grande coragem que precisa, agora, salvar sua mãe e provar que não fora o ladrão do poderoso raio mestre de Zeus antes de determinada data, ou o Olimpo (onde os deus vivem) entrará em conflito e todo o mundo que conhece estará perdido.


Cada personagem tem seu valor nesse livro, e seu crescimento é apresentado não somente durante o livro como durante toda a série de PJO. A amizade entre muitos semideuses é posta a prova e mergulhamos de cabeça na mitologia, em como coisas antigas são postas no enredo por Rick Riordan de forma que faça sentido, de forma justa e, que ainda assim, tenha um tanto de humor impregnado.

 

 

 

 

Um livro que me conquistou, com toda certeza, e que espero que ainda conquiste muitos por aí. E não se preocupe em não entender nada de mitologia, eu mesma aprendi muito lendo e eu já entendi o básico, mas o livro é autoexplicativo, você não vai precisar ficar indo procurar sobre certo fato a menos que realmente queira.

 

" Pela primeira vez no acampamento, me senti verdadeiramente só. Olhei para o estreito de Long Island e me lembrei do meu pai dizendo: O mar não gosta de ser contido."


É isso, povo, espero que tenham gostado e que corram para a lê-lo. Vocês podem conferir também minha resenha em vídeo logo abaixo.

 

 

 

Não esqueçam de deixarem suas opiniões nos comentários e compartilhar a resenha! Um beijo e até...

 

 

 

 

 

 

Please reload

Blogueira

Débora S Silva é uma universitária de 20 anos cuja diversão maior é a leitura de comédias românticas e aventuras. Escreve desde os 15 e geralmente são histórias bem humoradas com toques sutis de romance e fofura. Busca sempre mostrar o lado de sua leitura com gentileza e sinceridade

  • Google+ ícone social
  • skoob
  • Amazon ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
Colaboradora

JéssicaMiranda 

tem vinte e um aninhos e é canceriana. Ama ler e é apaixonada por doramas. Otaku desde que se lembra e grande apreciadora da cultura nerd e, agora, resenhista do blog NTEA.

Inscreva-se
Conheça o canal
Minhas Redes
43595725_2365355753481017_25798961321130

Me adicione

Instagram
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now